Conversas na oficina

Foto: Miguel Barbot

Foto: Miguel Barbot

A primeira loja temporária da Mariamélia chegou ao fim na semana passada. Ocupamos durante um mês a espaçosa oficina de bicicletas da Velo Culture do Porto, junto ao Palácio de Cristal. Ao longo deste mês, organizamos algumas conversas informais com vários responsáveis de pequenos negócios locais, do pão de fermentação natural, à cerveja artesanal e ao café de especialidade, até ao ativismo de natureza, com pessoas empenhadas na prática da reflorestação com espécies nativas portuguesas.

Foto: Miguel Barbot

Foto: Miguel Barbot

Começamos no dia 15 de dezembro com uma conversa deliciosa com a Cristina da Padaria Garfa, que nos veio mostrar o pão que faz e falar sobre escolhas de vida mais saudáveis e também sobre mudar de vida para fazer o que gostamos. Ficamos a conhecer a variedade incrível de pães feitos na Garfa e os desafios de um negócio pequeno que contraria todas as premissas da industria panificadora — mais tempo, melhores ingredientes e um preço mais elevado para um pão mais saciante e essencialmente, muito mais nutritivo.

Foto: Miguel Barbot

Foto: Miguel Barbot

Na semana seguinte reunimos todo um painel de especialistas em café “de especialidade” — o Diogo Amorim da Luso Coffe Roasters e da ABCoffe, o Gianpiero da Vernazza Coffee Roasters e o Hugo Ferraz da Chá das Cinco aos quais se juntou o Diogo Abreu da Opo’74, uma marca jovem de cerveja alternativa. Numa conversa muito animada — que poderemos ouvir em breve no podcast da Velo Culture — ficamos a saber muito mais sobre as bebidas que consumimos, e aquilo que exigimos, ou não, como consumidores.

Foto: Miguel Barbot

Foto: Miguel Barbot

Já no ano novo voltamos a receber o Nuno Gomes Lopes, responsável da Quinta dos Baldo, com quem já tínhamos conversado no início de Dezembro, para poder partilhar com mais pessoas todas as informações que ele nos trouxe sobre a floresta portuguesa, quem a gere e o que se planta nela. Aproveitamos também para promover o papel essencial da iniciativa local Futuro — Projeto das 100.00 árvores, que se dedica à manutenção e plantação de florestas urbanas com espécies nativas, na região do Porto.

Acreditamos que é cada vez mais importante criar novos espaços de discussão na cidade, e que estes devem ser também criados pelos seus pequenos negócios. Para que possamos ser mais exigentes como consumidores e como cidadãos, mais esclarecidos sobre as tantas opções que temos ao nosso dispôr na procura de estilos de vida mais sustentáveis e mais responsáveis — social e ambientalmente.

Esperamos ter em breve mais oportunidades como esta, de poder criar conteúdo e discussão à volta de negócios baseados em boas ideias — e principalmente, sustentados por ideais.